Garantia de Recompra: Segurança de Investimento ou Marketing?

S4F Apoio a Novos Investidores Garantia de Recompra @ SavingsForFreedom
Investidores inexperientes em empréstimos P2P podem considerar empréstimos com Garantia de Recompra como não apresentando risco. Falso! Descobre porquê.

Os empréstimos P2P surgiram rapidamente como uma alternativa ao financiamento bancário tradicional. Embora assumam com o risco de não pagamento pela pessoa ou entidade que contraiu o crédito, muitos investidores comportam-se como se tivessem a cabeça na areia, concentrando-se apenas na obtenção de juros elevados, mas ignorando o risco de investimento. A garantia de recompra tem um papel nesta percepção errada deste tipo de investimentos. Vamos tentar perceber porquê.

N26 The Mobile Bank @ Savings4Freedom

O que é uma Garantia de Recompra

A resposta varia tanto quanto o número de plataformas P2P nas quais queiras investir. Nos últimos anos, a oferta de garantia de recompra tornou-se uma ferramenta de marketing para apresentar investimentos P2P como sendo seguros. A verdade é que qualquer investidor prefere que os empréstimos não pagos ​​sejam recomprados a não receber os pagamentos devidos. Isto criou um forte incentivo para as plataformas P2P oferecerem uma garantia de recompra. No entanto, é melhor verificar alguns exemplos de como o conceito de garantia de recompra é aplicado e suas implicações nos teus investimentos.

Plataformas sem Garantia de Recompra

Plataformas P2P, tais como a Bondora, Fellow Finance, Flender, Monestro, Raize ou a Finbee seguem uma abordagem tradicional na qual o investidor assume todo o risco do emprºestimo no qual investe. Por causa disso, o investidor é de forma geral recompensado com uma taxa de juro superior, que irá cobrir potenciais perdas com créditos incobráveis.

Este modelo tradicional sem a oferta de garantias de recompra evoluiu para um híbrido, como mostra o exemplo da NeoFinance, que oferece aos investidores a possibilidade de pagar mais para terem um seguro de empréstimo. Essa taxa é direccionada para um fundo provisório que irá cobrir as responsabilidades do mutuário em caso de não pagamento. Mesmo esta abordagem não é isenta de risco, uma vez que é altamente dependente da gestão feita do fundo de provisão e da avaliação adequada do risco do portefólio de empréstimos incluídos no mesmo.

Garantia de Recompra por Originador de Empréstimos

Na maioria dos casos nos quais uma garantia de recompra é oferecida, essa garantia é dada pelos originadores do empréstimo e não pelas próprias plataformas P2P. Isto significa que o originador do empréstimo assume a responsabilidade de recomprar os teus empréstimos em caso de não pagamento após um determinado número de dias da data de vencimento do mesmo.

Tem em conta que de forma a estares tranquilo com esta situação deves estar informado sobre a situação financeira do originador do empréstimo e qual a sua real capacidade para cumprir com os pagamentos. Certifica-te que conheces outras responsabilidades que eles tenham assumido para saberes o que esperar em caso de insolvência.

Podes encontrar este tipo de ofertas de garantia de recompra por originadores de empréstimos presentes na Mintos, Viventor, Bondster, Debitum Network, IUVO Group ou Lenndy, entre outras. Mas lembra-te que nestes casos, as plataformas P2P não assumem qualquer responsabilidade por quaisquer garantias de recompra apresentadas.

Garantia de Grupo por Grupos Financeiros

De forma geral, plataformas P2P mais robustas ou com relações priviligiadas com os originadores de empréstimos com os quais trabalham apresentam um tipo diferente de garantia de recompra, não com base num originador de empréstimo específico, mas no grupo financeiro que detêm a propriedade desse grupo de originadores de empréstimos. Isto traduz-se em que no caso do originador do empréstimo não conseguir realizar a recompra do empréstimo não pago, o grupo financeiro o irá fazer após um determinado número de dias da data de vencimento do empréstimo.

Exemplos desta abordagem incluem a ViaInvest, Lendermarket, Nibble, Peerberry, Robocash, Swaper, ou a Twino.

Garantia de Recompra pela Plataforma P2P

Uma série de esquemas fraudulentos recentes apresentavam modelos de negócio que incluíam a oferta de garantias de recompra pela própria plataforma. Na realidade estas plataformas procuravam de tal forma confundir os investidores com múltiplas garantias que se torna muito difícil entender quem realmente é a entidade que garante a recompra. Algo a evitar de todo.

7 Lições para Evitar Plataformas P2P Fraudulentas
Gestão de Risco

7 Lições para Evitar Plataformas P2P Fraudulentas

By Janeiro 6, 2020 2
Ganância e mentalidade de rebanho destroem a capacidade de detectar Plataformas P2P fraudulentas. Aprende como evitar perdas com lições do passado recente.
1 2 3 8

Inexistência de Garantia de Recompra, mas Colateral

Entre os motivos que fazem com que os investidores gostem tanto de usar plataformas P2P focadas no sector imobiliário está a oferta de garantias físicas para os seus investimentos. Nenhuma garantia de recompra é dada, mas sim a promessa de um processo de análise de risco transparente e adequada sobre os activos disponíveis e um índice empréstimo/valor capaz de reembolsar os investidores, mesmo no pior cenário.

Exemplos desta abordagem são plataformas P2P platforms tais como a EstateGuru, Bulkestate, Profitus, ReInvest24, Nordstreet, Rendity, BitOfProperty, ou a Brickstarter entre outros.

Fundos de Provisão

A Crowdestor desenvolveu um modelo completamente diferente para resolver a não oferta de uma garantia de recompra. Caso queiras saber mais sobre a abordagem deles, a melhor forma é leres a publicação apresentada abaixo.

Crowdestor: Vocabulário conta… para maior Transparência
Situação Financeira

Crowdestor: Vocabulário conta… para maior Transparência

By Julho 10, 2020 1
A Crowdestor quer ser a plataforma P2P líder para empréstimos a empresas na Europa. Resolvendo problemas antigos de transparência está a ir na direcção certa.
1 2 3 5

Normalmente um Fundo de Provisão não dá te dá o direito de receber um pagamentoem caso de perdas. O funcionamento de um fundo desta natureza é com absoluta discricionariedade em relação ao valor que pode ser pago, podendo chegar numa situação na qual o valor do fundo seja inferior ao valor da dívida, ao não pagamento. Assim sendo, os investidores não devem confiar considerar possíveis pagamentos a partir de um Fundo de Provisão quando consideram os activos nos quais investir.

Conclusão

No final do dia, como podes concluir da análise acima, compreender uma garantia de recompra não é tão simples quanto possas imaginar. Não torna os teus investimentos isentos de risco, pelo que deves assumir qualquer promessa de garantia de recompra apenas com base na informação que sejas capaz de encontrar e verificar sobre as entidades que asseguram a garantia.

O conceito de garantia de recompra é poderoso, mas certifica-te que questionas tudo de forma a melhorares a tua estratégia de investimento e reduzires os riscos dos teus investimentos P2P para um nível que te seja aceitável.


Queres receber notificações sobre novas publicações? Acompanha a Savings4Freedom no Telegram ou por WhatsApp. Em alternativa, segue a Savings4Freedom através das ligações apresentadas abaixo. Obrigado!


O blog contém links afiliados. Conhece maissobre este tópico na Advertência.

3 Shares:

Partilha a tua opinião sobre este tema!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

You May Also Like