Cria um Fundo de Emergência como Primeiro Investimento

S4F Fundo de Emergência @ Savings4Freedom
Investir tendo por base senso comum começa por construir um fundo de emergência. Dá paz de espírito para resolver situações difíceis. Quanto? Onde? Tu decides!

Entre meus mentores de finanças pessoais, John C. Bogle, fundador do Vanguard Group e criador do fundo de investimento cotado em bolsa, está entre os indivíduos que maior impacto teve nos resultados de investidores individuais. Ele morreu no início de 2019, mas as suas lições de como investir são de uma elegância simples e profundamente valiosas para qualquer tipo de investidor. Algo que deve ser considerado bom senso é que, se desejas começar a investir, deves construir primeiro um fundo de emergência.

“Simplicidade é a chave mestra para o sucesso financeiro. Quando existirem várias opções para resolver um problema, escolhe a mais simples.”

Investir com Simplicidade, John Bogle

Investir o teu dinheiro requer tanto senso comum quanto conhecimento sobre as diferentes classes de activos, como elas funcionam e como investir nelas. Precisas de definir metas claras com alocações de tempo apropriadas. Precisas de saber qual o motivo pelo qual desejas começar a investir. Reserva tempo para definires os teus objetivos pessoais e lembra-te que quaisquer objetivos devem ser mensuráveis ​​e atingíveis com base no teu orçamento pessoal/familiar actual. O teu sucesso não pode depender de retornos irrealistas, nem de poupanças ou hábitos de consumo inviáveis.

Começa a Investir da Maneira Correcta

Uma estratégia de investimento baseada em bom senso começa com uma avaliação clara da tua realidade financeira:

  • Começa por fazer uma análise completa do teu orçamento pessoal/familiar. Inclui os teus rendimentos, custos e responsabilidades financeiras, acautela o teu estilo de vida e práticas de poupança. Verifica se consegues obter uma imagem real de como é a tua vida financeira. Estás pronto a investir tendo por base esse conhecimento? Ainda não!
  • Caso tenhas dívidas pendentes, que exijam o pagamento de elevados juros, garante o seu pagamento antecipado antes de alocar recursos para investimentos. Toma especial atenção a qualquer empréstimo pessoal que represente um passivo para as tuas finanças pessoais.
  • Agora é o momento para começares o teu fundo de emergência. Investir com senso comum requer a criação de um fundo de emergência capaz de assegurar todas as tuas despesas obrigatórias por um período de pelo menos 6 meses. Esses fundos devem ser mantidos num instrumento financeiro líquido, garantido e que te permita aceder em caso de emergência. As emergências podem ocorrer pela perda de emprego ou por problemas de saúde repentinos. Precisas de estar preparado com o dinheiro que necessitas para as tuas despesas diárias, como renda, compras ou medicamentos, sem que tenhas a necessidade de vender outros activos de investimentos.

A Importância de ter um Fundo de Emergência

Embora aparente ser um sacrifício, especialmente num momento de taxas de juro historicamente baixas, reservar dinheiro num fundo de emergência oferece-te verdadeira tranquilidade e ajuda-te a navegar situações de stress. Ter um fundo de emergência oferece-te a liberdade para identificar e tratar do problema sem que tenhas de te preocupar com a tua sustentabilidade financeira imediata.

Ter um fundo de emergência é também uma forma de proteger os teus investimentos. Por exemplo, se investires no mercado de capitais e precisares de fundos para uma emergência médica, não irás precisar vender a tua posição de forma prematura para cobrir os custos. Em vez disso, irás tirar partido do teu fundo de emergência. Ter um fundo de emergência ajuda-te a manter o plano que definiste para os teus investimentos, mesmo quando enfrentas o inesperado.

Como Criar um Fundo de Emergência

Usa o bom senso mais uma vez … primeiro poupa!

O primeiro truque para poupar não é esperar e ver quanto “resta” no final do mês, mas sim seguir uma abordagem de “pagares-te primeiro”. No início do mês (ou quando recebes o teu vencimento), reserva uma quantia pré-definida para o teu fundo de emergência antes de fazer qualquer outra coisa com esse dinheiro.

Se não tens orçamento para investir porque alocas-te os recursos disponíveis para o teu fundo de emergência, tomaste a decisão certa. Certifica-te que constróis o teu fundo de emergência, passo a passo, até atingires os teus objetivos pessoais: queres cobrir as tuas despesas de 1 mês? Despesas de 6 meses de custos? Despesas de 12 meses de custos? Tu decides!

Onde Guardar o Fundo de Emergência?

O bom senso dá-nos a resposta… contas poupança bancárias de capital garantido ou certificados de aforro/tesouro de curto prazo. Mas sempre soluções que permitam acesso quase instantâneo ao dinheiro quando dele precisares.

Muitas vezes faz sentido manter o teu fundo de emergência num banco diferente daquele que usas para a gestão do teu dia a dia. Desse modo, evitas a tentação de usar o teu fundo de emergência para o pagamento de despesas diárias. Outra opção é mesmo certificados de aforro/tesouro, mesmo que neste momento ofereçam taxas de juro abaixo da inflação.

N26 The Mobile Bank @ Savings4Freedom

Não consegues saber como será o futuro de forma antecipada, mas precisas de definir o teu plano pessoal e cumpri-lo! Lembra-te de que o inimigo de um bom plano é a busca por um plano perfeito. Faz suposições e vai alterando a tua estratégia à medida que puderes ir tendo acesso a melhores ideias ou informações. Coloca o teu plano pessoal por escrito. Isso irá ajudar-te com a disciplina necessária para “manter o curso”, mas antes de qualquer outra coisa … cria o teu fundo de emergência!


Queres receber notificações sobre novas publicações? Acompanha a Savings4Freedom no Telegram ou por WhatsApp. Em alternativa, segue a Savings4Freedom através das ligações apresentadas abaixo. Obrigado!


O blog contém links afiliados. Conhece mais sobre este tópico na Advertência.

8 Shares:
2 comments

Partilha a tua opinião sobre este tema!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

You May Also Like